quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

ETA - Sistema Rio das Velhas: conheça parte do seu funcionamento

Conheça parte do funcionamento da Estação de Tratamento de Água - Sistema Rio das Velhas. Como a água é captada/tratada em Funilândia e enviada para quase 50% da população de Sete Lagoas. Matéria da TV Câmara de Sete Lagoas.




quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

NÃO FIQUE SEM ÁGUA: INVISTA EM RESERVATÓRIOS!

A caixa d’água funciona como uma poupança: se houver economia, sempre sobrará uma reserva. Caso o serviço de abastecimento precise interromper o abastecimento para fazer uma manutenção, locais equipados com reservatórios dificilmente vão sentir os efeitos da falta de água. Invista em sua casa instalando reservatórios de qualidade e capacidade compatível com o número de moradores. Saiba mais no SAAE. Conheça a Norma Técnica 003/2017.  Solicitação de serviços ligue 115.


segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

ETA: saiba mais sobre a energia que alimenta o sistema e as alternativas de abastecimento

8 de Janeiro/18 - A Estação de Tratamento de Água (ETA) – Sistema Rio das Velhas é mantida por energia elétrica do município de Jaboticatubas. Hoje - investir em um gerador próprio - para ser utilizados casos de emergência, é inviável financeiramente para a autarquia. O problema que resultou a última paralisação foi em equipamentos de alta complexidade. O SAAE tem contrato de manutenção junto a Siemens (fabricante) e a mesma já foi acionada. A autarquia investe em reservação de água potável e também na manutenção dos poços tubulares profundos, que estão prontos para atender quando da paralisação da ETA através de manobras no sistema, além do atendimento via caminhão pipa. Em 2018 é objetivo aumentar essa reserva de água. Importante frisar que os moradores devem fazer o mesmo, visto que ainda existem muitas residências em Sete Lagoas sem qualquer reservatório; e o fornecimento de água – para as diferentes regiões da cidade – se dá em diferentes períodos para atender toda a demanda de uma cidade de quase 250 mil habitantes. Por fim, os bairros que contam com água fornecida pela ETA não estão sem alternativa, o SAAE conta sim com um plano de contingência para atender nestes casos.


Solicitação de serviços ligue 115.

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

SAAE acelera obras de tapa-buracos

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) reiniciou a operação tapa-buraco na última quarta-feira (21). A Codesel, empresa vencedora do processo licitatório, voltou a fornecer massa asfáltica para realização do trabalho, visto que o fornecimento ficou paralisado nos últimos dois meses. Inicialmente, estão sendo priorizadas a região central, avenidas arteriais e as principais vias que recebem o transporte coletivo. A operação também chegará automaticamente até os bairros.


É objetivo do SAAE gerar o mínimo de impacto possível no trânsito quando da execução do trabalho. Também é de extrema importância os moradores não molharem os locais que receberão o recapeamento asfáltico. Com três equipes à frente dos trabalhos, o SAAE executa o serviço de tapa-buraco de valas abertas pela própria autarquia.


terça-feira, 19 de dezembro de 2017

⏺️19/12 – IMPORTANTE: UTILIDADE PÚBLICA
💦💦ETA VOLTA A OPERAR ÀS 12H
MOTIVO: LIMPEZA NO LOCAL DA CAPTAÇÃO
Em decorrência do assoreamento no local da captação de água, está sendo realizada dragagem do Rio das Velhas neste ponto. A ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ÁGUA – ETA / SISTEMA RIO DAS VELHAS VOLTA A OPERAR ÀS 12H OU DE ACORDO COM O ANDAMENTO DO SERVIÇO.
Bairros que podem ser afetados com a parada: São João, Braz Filizolla, Santa Marcelina, New York, Bom Jardim, Esperança, Aeroporto, Industrial, CDI II, Interlagos, Luxemburgo, JK, Planalto, São Vicente, Emília, Montreal, Alvorada, Canadá, Jardim Europa e adjacências. A população, de forma geral, deve economizar a fim de manter os reservatórios de água de casa cheios.
ÁGUA: ECONOMIZE! MEIO AMBIENTE: PRESERVE! SAC: LIGUE 115

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Codesel é a responsável pela falta do tapa-buracos do SAAE

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) informa que aguarda, há quase dois meses, a empresa vencedora da licitação que versa sobre o fornecimento de asfalto – a CODESEL - para dar continuidade à operação tapa-buracos. Remessas de massa asfáltica, já licitadas, são aguardadas. O material fornecido em outubro foi o suficiente para apenas sete dias de serviço, conforme informações do setor. VALE RESSALTAR QUE OS PAGAMENTOS ESTÃO EM DIA.



Desde setembro do ano passado havia uma demanda reprimida deixada pela administração passada de milhares ordens de serviços em aberto. Inicialmente foi priorizada a região central, avenidas arteriais e as principais vias que recebem o transporte coletivo. É objetivo do SAAE gerar o mínimo de impacto possível no trânsito quando da execução do trabalho.
 

Os vazamentos – de água e/ou esgoto - são frequentes por se tratar de redes antigas que recebem reparos de acordo com a demanda. Ou seja: com ou sem asfalto, chovendo ou não, os serviços têm que ser executados. É objetivo do SAAE gerar o mínimo de impacto possível no trânsito quando da execução do trabalho.

Quando a operação já chegava até os bairros, infelizmente, a CODESEL parou de cumprir com o compromisso/contrato assinado. Assim como a população, a autarquia é a maior interessada e aguarda pronunciamento e ação da CODESEL no sentido de fornecer o material já licitado para reinício do tapa-buraco dos serviços realizados pelo SAAE.



segunda-feira, 27 de novembro de 2017

SAAE determina critérios para instalação de reservatórios domiciliares para não faltar água

É notório em Sete Lagoas que muitas residências, sobretudo de conjuntos habitacionais, sofrem com a intermitência no abastecimento de água, por falta de caixas d’água com capacidade ideal para atender os moradores. Para contornar a situação, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), cria a Norma Técnica – NT/SAAE–003/2017, que estabelece critérios para dimensionamento de reservatórios prediais, a fim de evitar problemas de desabastecimentos com possíveis interrupções no sistema de fornecimento público de água.


Tal normativa justifica-se uma vez que, a NBR 5626 prevê que a concessionária deve fornecer o valor estimado do consumo de água por pessoa por dia, em função do tipo de uso do edifício. Dentre as normas, vale destacar: os prédios, residências e residenciais populares com até cinco pessoas deverão ser providos de reservatório de água com volume não inferior a 1000 litros, além daquele destinado ao combate a incêndio, conforme estabelecido por Normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Para as novas construções e projetos deverá ser adotado um consumo "per capita" de 200 litros por habitante por dia para casas populares ou rurais, residências e apartamentos.

O dimensionamento de reservatórios para loteamentos deverá atender a população total em fim de plano, com uma autonomia de dois dias de abastecimento. A elaboração dos projetos, a execução das obras e o fornecimento dos equipamentos serão responsabilidade do empreendedor, sem qualquer ônus ao SAAE. As obras somente serão aceitas após a conclusão dos serviços e a realização dos testes normais de recebimento. Em casos onde o cálculo de consumo de água em valores onde não há reservatórios com capacidade igual disponíveis no mercado, deve-se instalar a caixa de água com volume superior, por exemplo: caso o consumo de água seja de 1200 litros deverá ser instalado uma caixa com capacidade superior a este consumo.

O reservatório deve ser um recipiente estanque, que possua tampa ou porta de acesso opaca, firmemente presa na sua posição, com vedação que impeça a entrada de líquidos, poeiras, insetos e outros animais no seu interior. Um dos maiores focos de proliferação do mosquito da dengue em Sete Lagoas são reservatórios de água – caso de bombonas e tambores – sem a vedação adequada. Confira no link, na íntegra, a Norma Técnica – NT/SAAE – 003/2017:
http://www.saaesetelagoas.com.br/uploads/conteudoarquivo_arquivo/81/normatecnica0032017.pdf

terça-feira, 31 de outubro de 2017

SAAE alerta sobre onda de denuncismo

De forma sistemática vídeos vêm sendo divulgados nas redes sociais onde é questionada a água que é fornecida para os usuários do sistema do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE). No entanto, na maioria das vezes – pra não dizer praticamente em todas as divulgações – os autores divulgam somente o bairro ou nem mesmo isso, o que impossibilita que a autarquia tome as devidas providências, se for o caso. Isso se caracteriza denuncismo.

 
O SAAE está a serviço e à disposição da população, mas solicita que as reclamações ou mesmo denúncias sejam tratadas com responsabilidade. A autarquia conta com equipe de profissionais capacitados para dar solução para as diversas demandas da cidade, desde que sejam divulgados os endereços completos. Denúncia falsa ou meias verdades não ajudam e só causam transtornos. Para estas, o SAAE vai tomar as medidas judiciais cabíveis.  As solicitações de serviços, requerimento de análise da água e outros podem ser feitas pelo telefone 115.


·        Solicitação de serviços ligue 115.
·        Site: saaesetelagoas.com.br
·        Notícias: blogdosaae.blogspot.com

·        Facebook: www.facebook.com/SAAESL/

SAAE aguarda fornecedor de asfalto para reiniciar tapa-buracos

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) informa que aguarda a empresa vencedora da licitação que versa sobre o fornecimento de asfalto – a Codesel - para dar continuidade à operação tapa-buracos. Há aproximadamente 21 dias nova remessa de massa asfáltica é aguardada. O material fornecido em outubro foi o suficiente para apenas sete dias de serviço, conforme informações do setor.

Desde setembro do ano passado havia uma demanda reprimida deixada pela administração passada de cerca de 1.700 ordens de serviços em aberto. Inicialmente foram priorizadas a região central, avenidas arteriais e as principais vias que recebem o transporte coletivo. Hoje a operação já chega até os bairros. É objetivo do SAAE gerar o mínimo de impacto possível no trânsito quando da execução do trabalho. Também é de extrema importância os moradores não molharem os locais que receberão o recapeamento asfáltico.


·        Solicitação de serviços ligue 115.
·        Site: saaesetelagoas.com.br
·        Notícias: blogdosaae.blogspot.com

·        Facebook: www.facebook.com/SAAESL/

sexta-feira, 27 de outubro de 2017

MAIS ÁGUA: ETA VOLTA A OPERAR

A Estação de Tratamento de Água – Sistema Rio das Velhas voltou a operar na madrugada desta sexta-feira (27/10). A captação estava prejudicada pelas condições ruins do rio, o que inviabilizava o tratamento da água. O SAAE já abastece os reservatórios que atendem os bairros que porventura sofreram com o desabastecimento temporário.

A ETA ficou paralisada por dois dias em decorrência das chuvas na noite da última terça-feira (24/10) em Belo Horizonte e região metropolitana. Grande volume de material orgânico se acumulou próximo ao local da captação, inviabilizando o tratamento da água. Esta “misteriosa” descarga de dejetos é alvo de vários processos movidos pelo SAAE, que espera das autoridades competentes ações efetivas para barrar tal ação.



Os principais bairros atendidos pelo Sistema Rio das Velhas são: São João, Braz Filizolla, Santa Marcelina, New York, Bom Jardim, Esperança, Aeroporto, Industrial, CDI II, Interlagos, Luxemburgo, JK, Planalto, São Vicente, Emília, Montreal, Alvorada, Canadá, Jardim Europa e adjacências.

A ETA é responsável por cerca de 30% do abastecimento de água de Sete Lagoas, o que corresponde a quase 8 milhões de litros de água diários que são enviados para o abastecimento público. A população, de forma geral, deve economizar a fim de manter os reservatórios de água de casa cheios.


Veja o vídeo da água chegando até a ETA:



ÁGUA: ECONOMIZE! SAC: LIGUE 115.

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Mais escolas participam de projeto sobre o uso consciente da água

Até o final de novembro mais três escolas de Sete Lagoas vão participar ativamente do projeto de educação ambiental proposto pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), que visa o uso consciente da água e também incentiva a coleta seletiva do lixo. Até o momento, 480 alunos da E. M. Clarindo Cassimiro (B. Carmo) participaram das ações. As próximas unidades de ensino são a E.M. Nádia Lúcia Ferreira Alves, E.M. Jovelino Lanza e também o Colégio Diocesano Dom Silvério.




A campanha, que visa incentivar a economia e uso consciente da água, é permanente e será implantado nas demais escolas municipais. Além de palestras e visita técnica em um dos sistemas de abastecimento de água geridos pelo SAAE, também são doadas bombonas personalizadas a serem utilizadas como lixeiras destinadas à coleta seletiva. O novo ciclo de atividades vai envolver cerca de 175 estudantes entre o 4º e 6º ano do ensino fundamental.

A disponibilidade de água potável vem diminuindo devido ao alto consumo e o crescimento urbano, o que exige maior sensibilização da população por meio de ações educativas a serem realizadas pela equipe técnica da autarquia”, explica a Gestora Ambiental do SAAE, Anamélia Santiago. O SAAE está aberto para o agendamento de palestras e desenvolvimento de projetos voltados para a água e seu uso racional em unidades de ensino – públicas ou particulares, empresas, associações, dentre outros. Telefone para agendamento: 2106-0104.

·        Solicitação de serviços ligue 115.
·        Site: saaesetelagoas.com.br
·        Notícias: blogdosaae.blogspot.com

·        Facebook: www.facebook.com/SAAESL/